O Cravo e a Rosa: O primeiro beijo de Petruchio e Catarina sai faíscas

O fazendeiro rude joga todo o seu charme para conquistar a “fera”


06 de dezembro de 2021

Nos próximos capítulos de O Cravo e a Rosa, que a partir desta segunda, 06, passa a ocupar o novo horário de novelas da Globo após o Jornal Hoje com sucessos da emissora nas faixas das 6 e das 7, Petruchio (Eduardo Moscovis) vai roubar o primeiro beijo de Catarina (Adriana Esteves). Disposto a conquistá-la, após acordo com Batista (Luís Melo) para ganhar o dote do casamento e salvar sua fazenda, o rapaz bronco chega na casa da jovem com um buquê de flores.

Para surpresa de todos, Catarina aceita recebê-lo, mas de cara começa a falar desaforos para ele. Ela pergunta o motivo do pai dela não permitir mais que ele a veja. “Ciúmes de pai. Decerto percebeu que se interessou por mim”, diz ele que, na verdade, fez uma armação com Batista para a moça feminista pensar que ele é contra o namoro. Catarina afirma que é uma audácia dele. “O dia que eu me interessar por um sujeito como o senhor, os urubus cantarão como canários”, diz ela.

Foto: Reprodução Globo

Catarina também pede para ele não chamá-la mais de “favo de mel”.  “O meu crime favo de mel foi amá-la a tal ponto que se tornou adoração”. Ela fala que isso é ridículo. Logo, começa a humilhá-lo, dizendo que poderia ter pretendentes muito melhores. “O senhor é um nada, um rústico que fala de jeito bruto”. Petruchio não gosta do que ouve. Ela manda ele calar a boca. “O senhor não fala, o senhor relincha”. O fazendeiro fica possesso e diz que tudo tem um limite.

Quando ela vai sair, ele a puxa e lhe dá um beijo de tirar o fôlego. No início, Catarina parece resistir, depois se entrega. Mas quando se dá conta do que houve, enche novamente o rapaz de desaforos. “Crápula”. Petruchio diz que beijá-la foi como beijar uma rosa. “Confessa que gostou, meu favo de mel, o beijo do Petruchio é um beijo irresistível, daqui eu posso ouvir seu coração”.

Foto: Reprodução Globo

Ela afirma que o coração está batendo, mas de raiva. “Nunca nenhum homem ousou me tocar”. Ele fala que todos são idiotas. “Porque uma boca tão vermelha é para ser beijada”. Furiosa, Catarina pede para ele ir embora. Mas quando Petruchio vai se aproximar, ela atira um vaso na parede e assusta Mimosa (Suely Franco), que estava passando pela sala. A governanta desmaia, e os dois vão acudi-la. E é Petruchio que a salva. A deixar a casa, o bronco confessa a Batista que quer casar com Catarina.