Ti Ti Ti: Marcela consola Edgar e eles se entregam a um beijo apaixonado

O rapaz chora ao lembrar do cara seco que se tornou e por ter se afastado de Osmar


01 de maio de 2021

Foto: Reprodução Globo

A proximidade de Edgar (Caio Castro) e Marcela (Ísis Valverde) tem chamado a atenção de Luísa (Guilhermina Guinle), em Ti Ti Ti. Tanto que, certo dia, ela consegue ficar a sós com a jovem e a acusa de estar dando o golpe no rapaz. E quando Marcela, Julinho (André Arteche) e Bruna (Giulia Gam) vão até um hospital fazer trabalho voluntário, assim como Osmar (Gustavo Leão) fazia, Edgar surpreende a todos. Ele deixa de participar de uma reunião para também participar do ato nobre, inclusive, faz uma apresentação de teatro com Julinho.

Depois da ação, ele diz que irá levar Marcela para um passeio. Eles acabam no heliponto de um prédio altíssimo, com uma vista fantástica de São Paulo. Ele conta que já esteve algumas vezes lá com a família e começa a lembrar de histórias dele e do irmão, na infância. “Eu era tão próximo do Osmar, eu gostava tanto dele”, fala. Ele conta que quando chegou a adolescência era o filho perfeito, queridinho das meninas. “Comecei a me sentir o cara mesmo”. Mas foi a partir daí, que ele fala ter começado a sentir vergonha de Osmar, a rejeitar ele.

Foto: Reprodução Globo

Ti Ti Ti: Marcela desmaia e deixa Bruna apavorada

 

EDGAR CHORA AO LEMBRAR DO CARA SECO QUE SE TORNOU, E MARCELA O CONSOLA COM UM BEIJO APAIXONADO

Enquanto fala, Edgar chora. “Só porque o Osmar era mais delicado, gostava de outras coisas. E eu sempre preocupado com o que os outros iam pensar. E depois de adulto, mesmo sabendo da minha estupidez, o abismo da era muito grande. Tinha vergonha de pedir desculpa ao Osmar”, reconhece. O rapaz lembra ainda que o seu medo era descer do “pedestal” e reconhecer que não era perfeito. “Aí fui me tornando esse cara seco, covarde, que sequer chorou na morte do próprio irmão”. Marcela acaricia o rosto de Edgar, emocionada. “Então, chora, chora”, diz ela. Edgar fica ali, aos prantos.

Mais calmo, ele admite que sente culpado. “Eu queria dar um abraço no meu irmão, eu queria pedir perdão, dizer que eu amo ele... Por que eu não fiz isso quando eu tinha tempo? Por que eu me tornei esse cara seco, detestável. Meu Deus, por que eu sou assim”. Marcela pega o rosto do rapaz com as mãos. “Olha pra mim...Você ainda é aquele menino que chora pelo irmão”. Edgar diz que é tarde demais, mas a jovem fala que não. Nesse momento, ela beija a testa dele, carinhosamente, depois a boca. Aí ele reage e a beija intensamente. Os dois se entregam ao sentimento. Quando se afastam, ela pede para ele não dizer nada. E logo pede  pede para irem embora. 

Foto: Reprodução Globo

Ti Ti Ti: Bruna ouve Julinho dizer que Osmar foi expulso de casa e quer saber a verdade